ONGs/Aids do Estado de São Paulo preparam documento para Ministério da Defesa, criticando exigência do teste de HIV

Uma das principais redes do país de organizações não governamentais que lutam pelos direitos das pessoas vivendo com HIV e aids, o Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo, vai enviar nesta semana uma carta ao Ministério da Defesa, criticando a exigência do teste de HIV como pré-requisito para ingressar nas Forças Armadas.

O assunto ganhou notoriedade na mídia depois que a Agência de Notícias da Aids publicou, no último dia 10, a denúncia de um leitor que gostaria de cursar a Escola de Sargentos e Armas do Exercito, mas temia ser reprovado por ter HIV.

Organizações, como o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e a Organização Internacional do Trabalho, criticaram a exigência.

Entretanto, o Ministério da Ministério da Defesa alegou em nota que “os militares estão sujeitos a situações em que possam sofrer sangramento, o que aumentariam as chances de outras pessoas se infectarem”.

Na última sexta-feira, o assunto ganhou destaques na reunião do Fórum de ONG/Aids na cidade de Araçatuba, segundo o Presidente dessa Rede, Rodrigo Pinheiro. “Decidimos então informar oficialmente o Ministério da Defesa que somos contra a exigência do teste de HIV”, comentou.

O Fórum de ONGs/Aids do Estado de São Paulo foi criado em 1996 e conta hoje com 98 organizações não governamentais associadas.

Fonte: Agência de Notícias da AIDS