ONG passa a oferecer serviço de testagem rápida de Aids no Rio

Gays, travestis e outros homens que fazem sexo com homens poderão realizar testes rápidos anti-HIV, com entrega do resultado em menos de uma hora. O serviço já é disponibilizado na região metropolitana do Recife e começa a ser oferecido no Rio agora. O resultado é sigiloso. No Rio, o objetivo do projeto é realizar teste rápido em 2,3 mil gays, HSH e travestis.

Os interessados poderão comparecer à sede do Grupo Arco-Íris (Rua do Senado 230, Cobertura 1), de quarta à sexta-feira, das 16h às 22h. No Grupo Arco-Íris, as pessoas passam por um pré-aconselhamento, com informações sobre a prevenção da Aids e sobre o teste rápido. Os que tiverem resultado positivo serão encaminhadas para serviços especializados do Sistema Único de Saúde (SUS). O acompanhamento e tratamento conta com o suporte de profissionais das secretarias estadual e municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

Estudos indicam que no segmento gays, travestis e homens que fazem sexo com homens (HSH) a probabilidade de infecção pelo HIV é de 11 a 18 vezes maior do que no de homens heterossexuais.

O programa Quero Fazer, que realiza o projeto, tem como meta realizar 4,7 mil testes rápidos anti-HIV.

Fonte: Agência O Globo