Novos casos de Aids caem pela metade em Ribeirão

O número de novos caso de Aids em Ribeirão Preto caiu pela metade em 12 anos. A cidade foi a que teve a maior redução do índice para cada 100 mil habitantes no estado de São Paulo. Em 2000, o número era de 60,4 para cada 100 mil. Já em 2011, último número oficial divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado, o número é de 30,2 para cada 100 mil habitantes.

O número de casos confirmados na região também caiu 39% no mesmo período. Em todo o Estado, a queda foi de 36%.

Além disso, a cidade teve uma redução de mais de 60% no número de mortes causados pela doença.

Apesar da grande redução, os índices de novos casos em Ribeirão Preto ainda são quase o dobro das novas infecções para cada 100 mil habitantes no Estado, que equivalem a 18,5.

“A redução dos casos em todo lugar é multifatorial. Um dos pontos foi que trabalhamos com a questão do preconceito e discriminação e desmistificamos que só os grupos de risco podiam pegar Aids, para todas as pessoas que por algum motivo entraram nesse grupo de risco”, explica a coordenadora do programa DST/Aids, Fátima de Almeida Lima Neves.

Diagnóstico precoce

Além disso, Fátima diz que os portadores da doença tiveram novas perspectivas de vida diante do avanço terapêutico do antirretroviral, que desde 1996 passou a ser distribuído.

“Outro fator importante foi o diagnóstico precoce com os estímulos à população. Dessa forma, eu tenho como tratar um portador do vírus ainda sem sinais da doença e faço um monitoramento dessa infecção no organismo desse paciente, de modo que se precisar usar uma medicação isso será feito num momento oportuno”, explica.

Durante a campanha contra a Adis deste ano, todas as unidades estão fazendo o teste rápido e o convencional. Em 2013 a expectativa é capacitar mais quatro equipes de enfermagem para realização de testes rápidos da doença em mais unidades de saúde.

Fonte: Jornal A Cidade

(Visited 1 times, 1 visits today)